Quero falar de amor | Receber em casa e no coração

Postado em 8 jul, 2015 - Blog, Quero falar de amor

As minhas primas estão grávidas, e eu já me considero não somente prima, mas tia do Arthur e da Alice (os bebêzinhos que estão por vir e alegrar-nos com tanta delicadeza e gerar mais amor em nossos corações). Na semana passada, eu resolvi fazer um chá da tarde aqui em casa, e convidar pessoas que amo para conversarmos e passarmos um tempo juntas. Se você pensar um pouco, pode perceber que estamos continuamente nos afastando do contato e carinho pessoal, entulhados em nossos próprios mundos, conectados com todos na era digital, mas ligados em ninguém. Acho que nós vivemos uma ilusão de que estamos próximos de todos, ilusão essa, causada pelas redes sociais, onde essa falsa conectividade nos rouba o abraço verdadeiro, as expressões faciais, o brilho nos olhos e até o prazer de conversar enquanto se come. Há tantas pessoas que gostaria de chamar para um chá! Às vezes, passamos muito tempo longe de quem deveríamos ficar perto, estreitar relações, firmar laços verdadeiros de amizade. Por vezes desejamos nos aproximar, mas estamos sempre sendo sequestrados por nós mesmos, sem perceber que o tempo não volta e a vida se desfaz como areia nas mãos.
Se você tem as mesmas sensações que eu, tente mudar, tente se reaproximar e viva perto de quem vale a pena estar! Nunca é tarde demais para recomeçar…










Deixe seu comentário.